A igreja pelo mundo Artigos

Papa Francisco pede combate ao ‘crime vergonhoso’ de tráfico humano

(Foto: AP Photo/Gregorio Borgia)

O papa Francisco pediu neste domingo um combate firme ao “crime vergonhoso” do tráfico de seres humanos, “uma praga” também muito frequente nas rotas migratórias, durante um pronunciamento feito na véspera do Dia Mundial da ONU sobre esse delito.

“Esta praga reduz muitos homens, mulheres e crianças à escravidão, com o objetivo de explorá-los do ponto de vista laboral e sexual, para o comércio de seus órgãos, a mendicância e a delinquência forçada”, afirmou o pontífice após a tradicional oração do Ângelus na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Francisco lembrou que esse problema também acontece em Roma, mas ressaltou que as rotas migratórias são onde “os traficantes frequentemente aproveitam para recrutar novas vítimas”, por isso pediu a todos mais empenho na hora enfrentar essa praga.

“É responsabilidade de todos denunciar as injustiças e lutar com firmeza contra este crime vergonhoso”, disse o papa aos fiéis na Praça de São Pedro.

As Nações Unidas lembram amanhã – 30 de julho – o Dia Mundial contra a Tráfico Humano, um fenômeno do qual nenhum país é imune em um mundo onde cerca de 21 milhões de pessoas são submetidas a trabalhos forçados.

Na catequese que pronunciou antes da oração do Ângelus, Francisco garantiu que o “amor de Deus por uma humanidade faminta de pão, de liberdade, de justiça e de paz” nunca decai.

Além disso, Francisco pediu aos fiéis que “não sejam espectadores insensíveis e tranquilos” diante dos dramas de “muitos irmãos e irmãs em cada parte do mundo” e que realizem “um generoso compromisso de solidariedade com os pobres, os marginalizados e os indefesos”.

O papa concluiu sua mensagem expressando seu desejo de que “prevaleçam no mundo os programas dedicados ao desenvolvimento, à alimentação e à solidariedade e não ao ódio, aos armamentos e à guerra”.

(Fonte: G1)